Uma Reflexão Sobre os Chamados: "Desigrejados".



É bem verdade que o cenário das Instituições Religiosas no mundo inteiro não está em seus melhores dias, poderíamos até dizer que nunca houve um declínio de credibilidade e um aumento de rejeição tão evidentes quanto em nossos tempos atuais, principalmente com relação as Igrejas Cristãs, sejam católicas ou evangélicas, o fato é que muitas igrejas, independentemente de sua denominação ou corrente teológica estão corrompidas em seus valores e propósitos, muitas mentiras, enganos, abusos, maus tratos, enfim, coisas absurdas praticadas principalmente por líderes religiosos, o que causa cada vez mais descrença e sentimento de indignação contra posturas abusivas e hipócritas.


A hipocrisia foi tema de diversas falas confrontadoras de Jesus nos Evangelhos, era explícito o seu repúdio e condenação a tal prática (Ver Lucas 11:39, 40).


A conduta hipócrita por parte de muitos religiosos não é algo novo, não há nenhuma novidade aqui, porém este cenário caótico e decaído parece ter chegado ao seu ápice, as escrituras já haviam previsto nas profecias bíblicas a respeito da corrupção dos falsos mestres. O Apóstolo Pedro já alertava sobre isso (ver 2 Pe 2:2 e 3).


Agora, por mais que a imagem e a credibilidade da Igreja enquanto instituição esteja profundamente abalada, não podemos generalizar, colocando todas as instituições e suas lideranças no mesmo balaio, pois também é fato que ainda têm muitas pessoas sinceras e bem intencionadas que estão inseridas em uma comunidade local, em suas igrejas e que dedicam suas vidas para ajudar e edificar a vida de outros, motivados essencialmente pelo amor à Cristo.


Sair do ambiente da igreja, sem ter uma conversa aberta e franca com sua liderança, não é o melhor caminho para o cristão sincero, se há erros ou os errados na condução da Missão, isso deve ser analisado com cuidado e as atitudes devidas tomadas, observando-se as orientações da Palavra, contribuir e colaborar para que sua igreja local se torne cada vez mais idônea e irrepreensível, como compete à Noiva do Cordeiro, é atitude mais saudável e recomendável pelo Senhor, pois Jesus nos ensina em seu evangelho, que precisamos conviver com o joio até o Dia da Grande Ceifa, onde o Trigo (cristão sincero) será recolhido à sua morada e o Joio (o seja, o hipócrita, o mentiroso ou enganador), que será consumido nas chamas eternas. (ver Mt 13: 24 à 30).


Contudo, quando uma liderança se mantém irredutível numa postura abusiva ou em discordância com as orientações bíblicas, não deve se submeter a tais abusos ou absurdos, recomendo que busquem uma comunidade cristã saudável, com líderes ajustados e alinhados a vontade suprema de Cristo quanto ao trato de suas ovelhas. Todos os que são mau intencionados, os enganadores e/ou abusadores, a estes já está reservado a condenação eterna, e quanto àqueles como eu que anseiam pela verdade, pela bondade e pela justiça, cabe-nos agir e parar de reclamar dos maus e ter uma postura mais ativa e confrontadora ao invés de uma postura estática e conformadora, deveríamos primar por uma postura ousada, como a que Jesus teve diante dos Fariseus hipócritas, o que precisamos é permanecer inseridos em nossas igrejas para não apenas cooperar, mas também para fiscalizar, combater, repudiar e não aceitar toda e qualquer forma de injustiça, abusos e absurdos que estes maus querem promover no seio da igreja, em nome de sua ganância e soberba. “Não vos conformeis com este mundo... (ver Rm 12:2).


Por tanto, diante de tudo isto, minha recomendação final é que não devemos desistir da igreja em quanto comunidade, a Igreja Noiva do Cordeiro, pois a igreja da coletividade, assim como a igreja da qual somos parte na nossa individualidade, também é bíblica, com defeitos e falhas sim, porque é feita de humanos imperfeitos, mas também digna, santa, eterna e espiritual, pois teve seu início em Cristo e deve manter-se firme e fiel para cumprir seu propósito e missão até que Ele volte.


Espalhando neste mundo o bom perfume da presença de Jesus, sobretudo, através dos nossos atos de amor, fé, esperança e compaixão pelo próximo.


Guarde seu coração em Cristo, como seus olhos sempre na direção do céu, dizendo: Maranata! Ora vem Senhor Jesus!


Para refletir:

“O mal triunfa...Sempre que os bons não fazem nada. – Edmund Burk”


Disse Jesus: “Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela; Mateus 16:18”


Que a graça e o amor de Cristo nos encoraje a permanecer firmes até o fim!


Pr. Jansen Fávero – Igreja Batista Plenitude.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Todos os direitos reservados | Igreja Remidos em Cristo - Ceará - CNPJ 11.196.663/0001-40 | Desenvolvido por Jansen Fávero | E-mail: adm@igrejaremidosemcristo.com.br

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube